O SÍTIO DO MOINHO DO CUSTÓDIO (ARRUDA DOS VINHOS): LEITURAS PRELIMINARES E ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE O POVOAMENTO CALCOLÍTICO NA PENÍNSULA DE LISBOA

N.º 1 - 2017Ana Catarina Sousa | Jorge LopesCalcolítico | Povoamento | Península de Lisboa
O SÍTIO DO MOINHO DO CUSTÓDIO (ARRUDA DOS VINHOS): LEITURAS PRELIMINARES E ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE O POVOAMENTO CALCOLÍTICO NA PENÍNSULA DE LISBOA

No âmbito da Carta Arqueológica de Arruda dos Vinhos (2013-2015) efectua-se uma leitura global das ocorrências datáveis do 4º e 3º milénios a.n.e. neste território. O sítio do Moinho do Custódio, identificado em 2006, é objecto de uma análise circunstanciada, com as limitações inerentes a recolhas de superfície. Apresenta-se ainda uma breve análise dos modelos de povoamento do Neolítico final e Calcolítico, confrontando os dados de Arruda dos Vinhos com o panorama da Península de Lisboa.

Pesquisa

Destaques

Sobre nós

Ophiussa – Revista do Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa foi iniciada sob a direcção de Victor S. Gonçalves em 1996.

A partir de 2017, esta revista editada pela UNIARQ – Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa, passou a incluir uma edição impressa e digital.

O seu principal objectivo é a publicação e divulgação de trabalhos com manifesto interesse, qualidade e rigor científico sobre temas de Pré-História e Arqueologia, sobretudo do território europeu e da bacia do Mediterrâneo.

Ophiussa – Revista do Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa publica um volume anual e inclui uma equipa de direcção redactorial, comissão científica e avaliação por revisores externos.

A revista encontra-se indexada no Diretório do Latindex com o número de Folio 26814.

Palavras chave

Links úteis