A TERRA SIGILLATA DO CASTRO DE ROMARIZ (SANTA MARIA DA FEIRA, AVEIRO): DA ROMANIZAÇÃO AO ABANDONO DE UM POVOADO FORTIFICADO NO NOROESTE PENINSULAR / TERRA SIGILLATA FROM CASTRO DE ROMARIZ (SANTA MARIA DA FEIRA, AVEIRO): ROMANIZATION AND ABANDONMENT OF A HILLTOP SETTLEMENT IN NW IBERIAN PENINSULA

N.º 3 - 2019Gil VilarinhoCastro de Romariz | cerâmica fina romana | consumo | crono-estratigrafia | funcionalidades espaciais
A TERRA SIGILLATA DO CASTRO DE ROMARIZ (SANTA MARIA DA FEIRA, AVEIRO): DA ROMANIZAÇÃO AO ABANDONO DE UM POVOADO FORTIFICADO NO NOROESTE PENINSULAR / TERRA SIGILLATA FROM CASTRO DE ROMARIZ (SANTA MARIA DA FEIRA, AVEIRO): ROMANIZATION AND ABANDONMENT OF A HILLTOP SETTLEMENT IN NW IBERIAN PENINSULA

As intervenções arqueológicas decorridas no Castro de Romariz permitiram identificar um povoado da Idade do Ferro com uma diacronia que se estende do século V a.C. aos primeiros séculos da nossa era. Através do estudo do conjunto de terra sigillata inumado, pretende-se dar um contributo para a compreensão da última fase de ocupação do povoado, analisando os padrões de consumo mas também procurando estabelecer relações crono-estratigráficas que permitem compreender melhor a evolução do sítio ao longo do séc. I d.C., e o subsequente processo de romanização, até ao seu abandono, ocorrido no século II d.C.. Através da análise da distribuição espacial dos fragmentos foi possível atentar sobre a funcionalidade de várias estruturas que constituem a domus, a maior habitação até então escavada no castro.

Pesquisa

Destaques

Sobre nós

Ophiussa – Revista do Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa foi iniciada sob a direcção de Victor S. Gonçalves em 1996.

A partir de 2017, esta revista editada pela UNIARQ – Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa, passou a incluir uma edição impressa e digital.

O seu principal objectivo é a publicação e divulgação de trabalhos com manifesto interesse, qualidade e rigor científico sobre temas de Pré-História e Arqueologia, sobretudo do território europeu e da bacia do Mediterrâneo.

Ophiussa – Revista do Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa publica um volume anual e inclui uma equipa de direcção redactorial, comissão científica e avaliação por revisores externos.

A revista encontra-se indexada no Diretório do Latindex com o número de Folio 26814.

Palavras chave

Links úteis